Quanto ganha um trabalhador com certificado por competência no currículo?

O salário é a recompensa financeira do trabalhador pelas horas dedicadas de serviço ao seu empregador. Porém, o valor varia conforme inúmeros fatores. Um deles é o certificado profissionalizante. Portanto, para saber quanto ganha um trabalhador é preciso considerar o seu nível de qualificação profissional e sua experiência.

Inicialmente, segundo a legislação brasileira, ninguém pode ganhar menos que um salário mínimo, que é de R$ 1.045,00 em 2020. Aliás, esse direito está previsto no artigo 7.º da Constituição Federal.

No entanto, a lei permite que o empregador pague menos que um salário mínimo desde que a jornada de trabalho seja menor que a convencional de 44 horas semanais.

O que determina o salário?

Portanto, além da parte legal, há as condições naturais do próprio mercado de trabalho, que é bastante seletivo. Então, o que determina quanto ganha um trabalhador? Veja algumas considerações:

  • nível de experiência do profissional;
  • qualidade do seu currículo;
  • referências de antigos empregadores;
  • perfil do trabalhador (se não falta, não chega atrasado, entre outros);
  • valor agregado ao seu currículo.

Nesse sentido, o profissional dedicado, que gera resultados à empresa e que investe em sua própria qualificação, é mais valorizado.

O que é a Certificação por Competência?

Por conta disso, muitos trabalhadores têm investido na Certificação por Competência. Ela funciona da seguinte maneira:

  • é um sistema que certifica o profissional que adquiriu conhecimento na vivência da profissão;
  • o profissional precisa procurar uma instituição reconhecida e dar entrada no processo;
  • depois de cumprir algumas etapas, como entrevista, análise de documentos e avaliação teórica, o profissional pode receber o certificado.

Além disso, o processo é totalmente legal. Ou seja, tem o reconhecimento da legislação brasileira (Lei 9.394/96, artigo 41, e Parecer CNE/CEB 16/1999.

A partir daí, com o certificado por competência em mãos, o profissional pode pedir uma promoção ou buscar um novo emprego em que seja melhor remunerado.

Salário pode aumentar até 40%

Nesse sentido, veja os salários de algumas profissões, segundo levantamento do site Trabalha Brasil:

Conforme pesquisas em sites de vagas de emprego, no entanto, o salário pode aumentar em média 40% quando se tem um certificado no currículo. Afinal, ele demonstra que o trabalhador é preocupado com a sua própria formação e que está apto para o mercado de trabalho.

Aposentadoria

Sendo assim, isso também se reflete na aposentadoria. Como você sabe todo profissional com registro em carteira paga o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) todos os meses.

Ao longo da vida, ele acumula o número de contribuições necessárias para se aposentar quando completar 65 anos (para homens) ou 62 anos (para mulheres).

No caso dele pagar um salário de contribuição maior ao INSS, porque passou a ganhar mais depois da Certificação por Competência, ele também terá um rendimento melhor na sua aposentadoria. Por isso, é tão importante lutar para receber um salário melhor. Enfim, isso vai se refletir na sua aposentadoria.

Para concluir, quanto ganha um trabalhador é uma condição que pode ser alterada com o investimento pessoal na sua carreira. Nesse sentido, procure fazer cursos, se especializar e se tornar um profissional requisitado no mercado.

O Instituto Brasileiro de Qualificação Profissional (IBQP) é especializado na emissão de certificados por competência a profissionais que se encaixam no perfil, ou seja, com experiência mínima de dois anos na profissão.

Por isso, aproveite para conhecer o site do IBQP e escolher seu certificado.

Baixe grátis o e-book Guia Rápido para Melhorar sua Carreira sem Investir em Cursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *