Você sabe como comprovar experiência profissional? Explicamos tudo!

Comprovar experiência profissional frequentemente pode ser uma tarefa bem complicada. Afinal, nem sempre exercemos nossas atividades laborais com a carteira assinada, e o trabalho autônomo é muito comum no Brasil. Isso é especialmente verdade para quem atua no setor de serviços, como mecânicos, eletricistas, cozinheiros etc. Nesses casos, você já deve ter se perguntado: “Como vou atestar minhas habilidades e competências?”.

Pois, então, hoje, eu vou contar, porque esse é um assunto importantíssimo. Em diversos momentos da sua vida, você vai precisar aplicar as minhas dicas, desde para tirar um certificado por competência profissional até para fazer uma entrevista de emprego. Ficou interessado? Acompanhe!

Como comprovar a experiência profissional?

Há uma série de documentos hábeis para a comprovação profissional. Desse modo, não só um profissional que trabalhou de carteira assinada terá sua experiência atestada, mas também o autônomo e as demais categorias.

Registro em Carteira de Trabalho

A forma mais fácil de se comprovar a experiência profissional é com a apresentação dos registros feitos na carteira de trabalho, pois todas as anotações feitas ali são consideradas oficiais. Confira se todas as informações importantes para o certificado de competência técnica e profissional estão contidas ali, como tempo de serviço, função e dados do empregador.

Declaração do empregador

Se, por algum motivo, você não tiver as anotações na carteira de trabalho ou as informações estiverem incompletas, a comprovação pode ser feita por meio de uma declaração do empregador. Ela deve conter um detalhamento das suas funções, o tempo de serviço e a descrição das suas atividades profissionais.

Ela também deve conter todos os dados do empregador, sua assinatura e, em alguns casos, firma reconhecida em Cartório Oficial. Não deixe de verificar se ele incluiu todas as atividades relacionadas ao curso de competência técnica ao qual você deseja se submeter.

Cópias de contratos de prestação de serviços

No setor de serviços, é muito comum a realização de contratos boca a boca, os quais não geram nenhum meio de comprovação. Por esse motivo, para fins de comprovação profissional, nunca deixe de perguntar aos seus clientes se eles aceitam fazer um contrato de prestação de serviços simples. Desse modo, você poderá utilizá-lo para atestar rapidamente sua experiência quando precisar.

Cartas de recomendação

Outro documento hábil para a comprovação de experiência é a carta de recomendação. Essas cartas são muito interessantes durante as entrevistas de emprego, pois mostram a satisfação de um cliente a respeito do seu serviço e descrevem os seus diferenciais.

Geralmente, elas são endereçadas à empresa ou à instituição que está pedindo a comprovação. Como a intenção é convencer o destinatário da carta de que você merece ser contratado, o ideal é que elas tragam muitos elogios a respeito do seu comprometimento e da qualidade do seu serviço.

No caso dos certificados, para serem convalidados, eles devem conter o período de prestação de serviços e a descrição das atividades executadas.

Emissão de declaração do INSS

Outro documento que pode servir para a comprovação profissional é o extrato do INSS. Ele não contém somente dados financeiros da contribuição, mas também a descrição da atividade exercida de acordo com a categorização oficial do Instituto.

Referências

As referências também são declarações feitas pelos contratantes do seu serviço. Elas devem conter as descrições das atividades exercidas e o período em que você as executou. Ao contrário das cartas de recomendação, esses documentos são mais concisos e não precisam incluir juízos de valor a respeito da qualidade do seu serviço.

Para efeito de certificações profissionais, você deve ter um mínimo de três referências que atestem a sua experiência em determinada competência. A soma do período de todas elas deve ser de 2 anos, o tempo ideal para que seja possível fazer a aferição de um profissional para adquirir o diploma técnico por competência reconhecido pelo MEC e registrado no SISTEC.

Portfólio

O portfólio é outra opção bastante interessante, especialmente para as profissões de artes visuais e da indústria criativa. Ali, além de reunir todo o seu currículo, você também poderá reproduzir seus principais trabalhos. Então, o recrutador/cliente poderá conferir, na prática, a sua qualificação para a função.

Currículo

Quando você insere uma informação no currículo e apresenta-o com a finalidade de comprovar experiência, você está atestando a sua veracidade. Então, se houver alguma falsidade, isso pode ser considerado, até mesmo, um crime.

Além disso, outra preocupação importante é colocar uma descrição de todas as atividades realizadas. Isso é muito útil se você estiver utilizando seu currículo para comprovar experiência para uma certificação de competência.

Como é feita a comprovação de competência profissional no IBQP?

O primeiro passo do processo é o profissional reunir o máximo de documentos que atestem a sua experiência profissional. É preciso ter, no mínimo, 2 anos de atividades para que seja feito o requerimento do diploma técnico nessa modalidade.

Então, ele deverá manifestar o interesse em participar de um dos processos de certificação. Depois disso, será pedido que ele faça uma breve apresentação profissional e exponha, de forma escrita, o motivo da sua escolha de participar do processo de certificação profissional.

Caso eu e a minha equipe consideremos que ele tem todos os requisitos, vamos proceder para uma breve entrevista, cujo objetivo é identificar melhor como esse conhecimento técnico foi adquirido, assim como o nível de entendimento teórico-prático na área em que ele se inscreveu. A partir desse momento, vamos analisar todas as comprovações de cursos realizados anteriormente na área.

Isso é importante, pois, se identificarmos a falta de maturidade técnica do candidato para a certificação, será feito um direcionamento educacional e pedagógico com o objetivo de conduzir o aprimoramento teórico do profissional. Depois dessa reciclagem, ele poderá fazer novamente o processo seletivo que expliquei no início deste item.

Se o diagnóstico teórico-prático considerá-lo apto nessa nova tentativa, ele será encaminhado para a efetivação do processo de certificação, que valerá como um diploma de curso técnico.

Então, ele poderá seguir no seu caminho de ser um profissional cada vez mais capacitado para conquistar suas maiores ambições. Hoje em dia, o mercado exige muita prática, mas também valoriza muito a bagagem teórica dos candidatos.

Portanto, se você quer atingir um novo nível na sua carreira, não deixe de sempre comprovar experiência profissional adequadamente. Quanto mais documentos você tiver, mais fácil ficará a sua vida no futuro. Não tenha medo de requisitar a confecção de contratos ou de pedir cartas de recomendação. Mas atenção: a veracidade das informações é sempre muito importante para que você não tenha problemas no futuro!

Quer saber como trilhar o caminho do sucesso na sua carreira? Então, não deixe de entrar em contato com o IBQP e conhecer os diplomas técnicos disponíveis e os profissionalizantes ambos por competência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *