2 mitos e 2 fatos sobre a certificação técnica que você deve conhecer

Na hora de realizar um processo seletivo para conquistar aquela oportunidade dos seus sonhos, é essencial ser capaz de comprovar as suas competências e experiências. É aí que a certificação técnica entra como uma grande aliada, servindo como uma dessas formas de comprovação das suas habilidades.

Mas, será que ele tem validade para as empresas? Esses diplomas são reconhecidos por grandes instituições? Vale a pena investir em um diploma técnico? Se você tem dúvidas como essas sobre esse documento, é hora de descobrir o que é mito e o que é verdade sobre esse assunto.

Leia o artigo e tire suas dúvidas sobre a certificação técnica por competência!

A certificação técnica por competência é um documento difícil de conseguir

Mito! A certificação técnica é um atestado de que você é capaz de realizar determinada atividade uma vez que já foi bem-sucedido no passado. Ou seja, ele é um documento no qual você evidencia que já prestou determinado tipo de serviço e obteve resultados positivos e, dessa forma, possui competência para realizá-lo novamente em um outro contexto.

Dessa forma, ele não é difícil de ser emitido. Basta que você busque os seus clientes ou empresas nas quais trabalhou para que elas emitam esse tipo de certificado, mostrando que são testemunhas de que você é capaz de realizar determinada atividade. Você pode, também, buscar uma Instituição de Ensino e realizar uma prova de competências. Dessa forma, o seu diploma será emitido pela instituição caso você atinja uma nota mínima.

A certificação tem validade em diversos contextos

Fato! O diploma técnico por competência é um documento que pode ser utilizado em diversos contextos. Você pode usá-lo como comprovação na hora de procurar uma nova oportunidade de emprego, buscar clientes como profissional autônomo e, até mesmo, concorrer por licitações públicas.

O mercado não acredita no diploma técnico por competência

Mito! Muitas pessoas acreditam que não vale a pena investir no diploma técnico uma vez que o mercado não leva esse documento em consideração. Alguns acreditam, inclusive, que as empresas consideram que você “comprou” o diploma.

Isso é um mito. O diploma técnico por competência é um documento válido, principalmente quando emitido por uma instituição de ensino. Dessa forma, o mercado, de forma geral, acredita e vê como válido esse tipo de documento.

As empresas aceitam a certificação técnica como comprovação

Fato! Quando você busca uma nova oportunidade em uma empresa, um dos elementos que agregam valor ao seu currículo é a experiência e a comprovação de competências técnicas. Isso pode valer até mais do que um diploma universitário, dependendo do cargo pretendido, uma vez que as organizações valorizam pessoas que já possuem experiências na área e são capacitadas para realizar as atividades delegadas.

É aí que o diploma técnico entra como um grande aliado. Além de evidenciar que você já realizou determinada atividade, você ainda é capaz de comprovar as suas competências nesse aspecto. Com isso, as empresas não apenas aceitam, mas valorizam esse tipo de documento na hora de buscar por novos colaboradores.

Como você pode perceber, existem muitos mitos ao redor da certificação técnica e a sua validade. Porém, esse documento pode ser o diferencial que você precisava para encontrar novas oportunidades e fazer com que a sua carreira decole, atingindo os seus objetivos profissionais.

Portanto, aproveite para conhecer a certificação de competência oferecida pela IBQP. Acesse nosso site agora mesmo e descubra como funciona!

[rock-convert-cta id=”237″]

One Response to “2 mitos e 2 fatos sobre a certificação técnica que você deve conhecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *